Filmes: Alice no País das Maravilhas (1903)

ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS
Título Original: Alice in Wonderland
País: Reino Unido
Ano: 1903
Duração: 10 min.
Direção: Cecil Hepworth, Percy Stow
Elenco: May Clark, Cecil Hepworth, Norman Whitten, Mrs. Hepworth, Stanley Faithfull, Geoffrey Faithfull, Blair.
Sinopse:
“Alice no País das Maravilhas” é a primeira versão em filme baseada no romance de Lewis Carroll.

Feita apenas 37 anos após a publicação do romance e oito anos após o nascimento do cinema, a adaptação para o cinema foi dirigido por Cecil Hepworth e Percy Stow e é baseada em ilustrações originais de Sir John Tenniel. Hepworth colocou no elenco sua esposa como a Rainha Vermelha/Coelho Branco, e ele aparece como o Lacaio Frog. Sua secretária de produção May Clark interpretou Alice, e até mesmo o gato e o cão da família entraram em cena. O cão Blair iria se tornar o primeiro verdadeiro astro do cinema britânico (canino ou não) ao ter seu nome nos créditos de um filme quando encabeçou o filme de perseguição pioneiro de 1905, “Rescued by Rover”. Embora originalmente tivesse 12 minutos, “Alice no País das Maravilhas” foi o mais longo filme produzido na Inglaterra na época e representou um investimento importante para o pioneiro Hepworth Studios.

Charles Dodgson (mais conhecido como Lewis Carroll, o autor de “Alice no País das Maravilhas”) morreu em 1898, nos primeiros anos do cinema da Grã-Bretanha, e não há registro sobrevivente de que ele alguma vez tenha visto um filme. O vasto arquivo de correspondência de Dogson foi queimado por sua família após sua morte, e seu diário foi censurado: pode muito bem ter tido uma crítica de um filme que ele tenha visto em algum lugar. Mas é quase 100% certo de que Dodgson teria sido um cinéfilo. Ele era um conhecedor das técnicas e um fotógrafo amador entusiasmado, tinha um profundo amor ao teatro e aos livros, e seu livro “Alice” contém vários dispositivos que parecem mais cinematográficos do que literários: a narrativa de Alice está sujeito à mudanças de planos, o corte de cena, imagens em dissolução, e assim por diante.

Cecil Hepworth foi uma figura extremamente importante no início do Cinema na Grã-Bretanha, mas suas realizações foram comprometidas pelo fato de que ele era um empresário e planejador dos mais pobres. Cópias de seus filmes mais populares – como “Comin’ Thro the Rye” e “The Joke that Failed” – foram vendidas abertamente aos expositores, causando a Hepworth o desgaste dos negativos originais. A fim de atender a demanda contínua de novas cópias, ele foi forçado a refazer esses filmes, na sua totalidade. Hepworth, provavelmente, merece também o crédito por realizar o primeiro remake de um filme. No entanto, apesar da sua importância histórica, esta versão de “Alice” estava quase perdida para sempre, e apenas uma impressão incompleta era conhecida por sobreviver. Em 2010, graças ao esforço do BFI National Archive, os fragmentos sobreviventes foram restaurados em suas cores originais e remontados em uma projeção de cerca de dez minutos de duração.

IMDb: http://www.imdb.com/title/tt0000420/

Filme Completo:

Galeria de Imagens:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: